Diretoras e professoras da Escola Municipal Paque Alian se juntam a Dilcea dos Santos no final da apresentação (Assimp Meriti/Luiz Alberto)

Ação lúdica na rede municipal de São João de Meriti ensina cuidados contra o mosquito Aedes aegypti

Os alunos da Escola Municipal Paque Alian atentos ao conto sobre como combater o mosquito Aedes aegypti (Assimp Meriti/Divulgação - Marcos Monteiro)

Os alunos da Escola Municipal Paque Alian atentos ao conto sobre como combater o mosquito Aedes aegypti (Assimp Meriti/Divulgação – Marcos Monteiro)

Um teatro de fantoches para estudantes onde a apresentadora do conto era uma aedes aegypti. É assim, de forma lúdica, que a Prefeitura de São João de Meriti, por meio da Secretaria Municipal de Saúde de São João de Meriti, em trabalho realizado pela Vigilância Sanitária em parceria com a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, está massificando as informações sobre o mosquito causador da dengue, chikungunya e zica. De acordo com as diretoras e professoras da Escola Municipal Parque Alian, localizada no bairro Parque Alian, a ação é a melhor forma para educar os alunos, além de conseguir atingir adultos que estão ao redor das crianças.

“A importância de ações como essa, focada em alto teor lúdico, está em fazer essas informações chegarem aos adultos. E as crianças têm grande poder de persuasão para convencer os pais, familiares e vizinhos sobre os cuidados que devem tomar para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti”, disse a diretora geral da Escola Municipal Parque Alian, Adriana Couto.

Integrante da equipe do departamento de Informação Educação e Comunicação (IEC) da Vigilância Sanitária, Dilcea dos Santos demonstra enorme prazer na hora de se caracterizar como mosquito Aedes aegypti. Ela é a responsável pelas historinhas contadas por meio de teatros de fantoche. Especialista na questão, ela criou, com a ajuda de sua filha, uma música sobre o assunto. Apesar de o tema ser sério, Dilcea se diverte e, o mais importante: consegue entreter e ensinar os alunos da rede municipal de São João de Meriti com teatros, músicas e palestras.

“As crianças ficam encantadas com o teatro e aprendem realmente sobre a importância do combate ao mosquito. Os meus amiguinhos (fantoches) conversam com eles. A criançada cantou e dançou minha música, depois de responder algumas perguntas sobre o mosquito. Isso é muito bom porque eles levam toda a historinha, todo o conhecimento e transmitem para os pais, para os vizinhos. Esse ciclo é benéfico para termos sucesso nessas ações”, contou Dilcea dos Santos.

Dilcea dos Santos é integrante da equipe do departamento de Informação Educação e Comunicação (IEC) da Vigilância Sanitária (Assimp Meriti/Divulgação - Marcos Monteiro)

Dilcea dos Santos é integrante da equipe do departamento de Informação Educação e Comunicação (IEC) da Vigilância Sanitária (Assimp Meriti/Divulgação – Marcos Monteiro)

Na Escola Municipal Parque Alian, que atende cerca de 450 estudantes de 6 a 12 anos, do 1° ao 5° ano, participaram da ação: as diretoras geral, Adriana Conte, e adjunta, Maria Goret Bernardes, e os professores Jaimar Francisco, Célia Regina Santos, Marilene da Silva Souza e Mônica de Souza Leite. No total, nesta terça-feira (22), 97 alunos assistiram ao teatro com fantoches idealizado por Dilcea dos Santos.

“Para os alunos maiores, do quinto ano, vamos repetir o trabalho realizado no início do ano. Eles produziram mosquitos gigantes usando garrafas PET. Esse trabalho contra o mosquito Aedes aegypti precisa ser constante”, finalizou a diretora Adriana Couto.

O trabalho da Vigilância Sanitária é posto em prática pela equipe do departamento de Informação Educação e Comunicação (IEC), coordenada pelo superintendente da Vigilância Epidemiológica e Sanitária Municipal, Wagner Vitor Azevedo.

Diretoras e professoras da Escola Municipal Paque Alian se juntam a Dilcea dos Santos no final da apresentação (Assimp Meriti/Luiz Alberto)

Diretoras e professoras da Escola Municipal Paque Alian se juntam a Dilcea dos Santos no final da apresentação (Assimp Meriti/Luiz Alberto)

Confira a música da cantora Perlla adaptada para o tema Aedes aegypti:

Tirap Tchoron! Tirap Tchoron!
Oh! Ah! Oh! Ah!
Tirap Tchoron! Tirap Tchoron!
Oh! Ah!…

Na minha casa, água parada é coisa que não vai rolar
Ficar doente não tá com nada, a dengue não vai me pegar
Pra mim já chega, eu tô cansada de ver o povo enlouquecer
E pro mosquito não te atacar só depende de você

É fácil pra caramba, basta colaborar
Garrafas para baixo, caixas d’água a tampar
Pneus bem encapados em um lugar sequinho
Plantinhas fora d’água, areia em seus pratinhos

Tirap Tchoron! Tirap Tchoron!
Oh! Ah! Oh! Ah!
Tirap Tchoron! Tirap Tchoron!

 

Caracterizada de mosquito aedes aegypti, Dilcea dos Santos aparece em teatros, músicas e palestras na rede municipal de São João de Meriti (Assimp Meriti/Luiz Alberto)

Caracterizada de mosquito aedes aegypti, Dilcea dos Santos aparece em teatros, músicas e palestras na rede municipal de São João de Meriti (Assimp Meriti/Luiz Alberto)

 

Deixe uma resposta