Temas fizeram parte da 1ª Jornada Formativa em Direitos Humanos

São João de Meriti é o primeiro município a receber a Jornada Formativa em Direitos Humanos. A iniciativa foi promovida em parceria do Governo do Estado do Rio de Janeiro com a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer, Direitos Humanos e Igualdade Racial (SEMCULDHIR). O encontro aconteceu na quarta-feira, 28 de agosto, com a presença de representantes das secretariais municipais. Também participaram técnicos e profissionais das cidades de Belford Roxo e Nova Iguaçu.

“É por meio de parcerias como essas que podemos aprimorar o nosso trabalho. Por isso agradecemos pelo compartilhamento enriquecedor. Mais do que fazer o agora, precisamos deixar um legado”, destacou o secretário da pasta, Marcelo Rosa.

A Jornada Formativa em Direitos Humanos é dividida em três encontros. O primeiro teve como tema “Política da Pessoa com Deficiência e Política da Pessoa Idosa”. Participaram como palestrantes representantes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos; Anderson Lopes Santos, coordenador da Superintendência de Política para Pessoa com Deficiência; Clayton Cajao, coordenador da Superintendência de Política para Idosos, e Alessandra Werner, coordenadora de Educação em Direitos Humanos. “Não temos que fazer política de assistência, temos que fazer política de direito. E fazer inclusão inteligente é fazer política para nós mesmos”, disse Anderson Lopes, medalhista paraolímpico.

Os próximos encontros da Jornada Formativa em Direitos Humanos de São João de Meriti acontecerão nos dias 24 de setembro e 22 de outubro, quando serão debatidos os seguintes temas, respectivamente: “Tráfico de pessoas, trabalho escravo, migração e refúgio” e “Desaparecimento de pessoas e acesso à documentação básica”. “Essa jornada será importante para alinharmos o fluxo de trabalho com o Estado. De acordo com os representantes do governo estadual, o Rio de Janeiro foi o primeiro a aderir à pactuação da normativa feita pela ONU que demanda a educação continuada em direitos humanos para toda a sociedade, inclusive para empresários”, explicou Regina Gmach, superintendente da Criança e do Adolescente da SEMCULDHIR, responsável pela intermediação dos encontros.

 

29 de Agosto de 2019

Fotos: Beto Franzen

 

 

Visitas: 281

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>