28 de setembro de 2021

A Prefeitura de São João de Meriti, em parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Superintendente de Enfrentamento das Pessoas Desaparecidas, Jovita Belfort, vai inaugurar em São João de Meriti a sala que levará o nome da filha dela, Priscila Belfort, desaparecida há 17 anos.

Hoje, funcionários e técnicos da Subsecretaria de Direitos Humanos e Igualdade Racial, que atuarão na sala, foram treinados pela equipe da Superintendente. Vale ressaltar que, dentro dos próximos meses, o município poderá ter a primeira Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) da Baixada.

Nosso país possui apenas uma Superintendência de Desaparecidos, que fica localizada no Estado do Rio de Janeiro, o Subsecretário de Direitos Humanos e Igualdade Racial, Marcelo Rosa, ressaltou a importância dessa ação da Prefeitura e afirmou que São João de Meriti pode ser pioneiro nessa iniciativa voltada para esse público.

A Superintendente também falou sobre o quanto é fundamental esse trabalho realizado juntamente com a Prefeitura de São João de Meriti e que após as ações de conscientização a estatística de pessoas desaparecidas no município reduziu. Ela se emocionou durante a entrevista após falar sobre a filha e deixou um pedido aos governantes e à sociedade civil para que não deixem de olhar pelos oprimidos, pois uma pessoa em situação de rua ou em vulnerabilidade social pode ser o familiar desaparecido de alguém.

Jovita Belfort. Foto: Debora Vitoria

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>