25 de maio de 2022

Hoje, 25/5, a Prefeitura de São João de Meriti, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Direitos Humanos e Igualdade Racial e da Superintendência da Mulher, participou do 2° Encontro de Fortalecimento de Rede de 2022 promovido pelo Governo Estadual. A reunião acontece a cada dois meses nos municípios que compõem o Centro Integrado de Atendimento à Mulher (CIAM). O tema discutido foi: “Violência Obstétrica: A Violação dos Direitos Reprodutivos da Mulher”.

O objetivo principal é apresentar os órgãos municipais engajados com a causa, aumentar a cobertura de acolhimento às mulheres e aproximar os 13 municípios que compõem o CIAM Baixada para que, juntos, possam desenvolver ferramentas e estratégias de combate e enfrentamento à violência contra a mulher.

Da esquerda para a direita: Prefeito Dr. João e a secretária de Cultura, Turismo, Direitos Humanos e Igualdade Racial. Foto: Beto Oliveira

O prefeito Dr. João, que é médico e obstetra há 46 anos, destacou a importância do encontro: “Promover esse tipo de encontro aqui é de suma importância pois algumas vezes as mulheres não denunciam por não identificarem tais práticas como agressão. Hoje estamos presenciando mulheres ocupando posições socias jamais vistas antes e isso me deixa muito feliz. No exercício de minha profissão jamais faltei com respeito com nenhuma mulher, realizei muitos partos e sempre busquei proporcionar o melhor momento possível. Quero deixar registrado aqui que vocês podem contar comigo para tudo.”

Já a superintendente do CEAM, Liliana Castro, destacou o trabalho desenvolvido pelo CEAM e a importância da vítima buscar apoio: “O Centro Especializado de Atendimento à Mulher, um dos articuladores de políticas para mulheres no âmbito municipal, exerceu um papel fundamental na reinclusão dessas pessoas também no ramo do empreendedorismo, com participação ativa em rodas de conversa e com oferta especializada de orientação para as participantes. É de suma importância que as vítimas busquem apoio e denunciem todo e qualquer tipo de violência”.

Participantes. Foto: Beto Oliveira

São João de Meriti possui um Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM), que é um espaço estratégico da política de enfrentamento à violência, por meio da oferta de serviço de atendimento multidisciplinar. Promove atividades, oficinas, ações e cursos. Tudo é realizados por uma equipe formada por assistentes sociais, psicólogas e advogadas.

O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na Rua Defensor Público Zilmar Pinaud, nº 122, Vilar dos Teles. Mais informações pelo whatsapp (21) 96653-5883.

Da esquerda para a direita: o coordenador regional de Polícia Científica da Baixada Fluminense, Dr. Angelo Silvares; a delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti (DEAM), Drª Bárbara Lomba; a superintendente municipal de Políticas para Mulheres, Liliana Castro; a subsecretária de Saúde, Dra. Malu; a secretária municipal de Cultura, Turismo, Direitos Humanos e Igualdade Racial, Roberta Queiroz; prefeito Dr.João; a enfermeira obstetra, Fátima; o subsecretário de Direitos Humanos e Igualdade Racial, Marcelo Rosa; a juíza titular da Vara de Violência Doméstica de São João de Meriti, Drª Renata Travassos; a assitente social, Tânia; a enfermeira obstetra do Hospital da Mulher Heloneida Studart, Bruna de Paula e a coordenadora do Centro Integrado de Atendimento à mulher da Baixada (CIAM), Sônia Lopes.

Participaram do encontro as autoridades municipais e personalidades importantes na luta contra a violência à mulher, entre eles: o prefeito Dr. João; a diretora do Conselho Estadual dos Direitos das Mulheres (CEDIM), Fátima Santos; a secretária municipal de Cultura, Turismo, Direitos Humanos e Igualdade Racial, Roberta Queiroz; o subsecretário de Direitos Humanos e Igualdade Racial, Marcelo Rosa; a superintendente municipal de Políticas para Mulheres, Liliana Castro; a delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti (DEAM), Drª Bárbara Lomba; a juíza titular da Vara de Violência Doméstica de São João de Meriti, Drª Renata Travassos; o diretor técnico da Maternidade Mariana Bulhões, Dr. Juciney Ricardo; a ginecologista e responsável pelo Centro de Atendimento à Mulher Vítima da Violência Sexual (Camvis) e a assistente social Alexandra Domingos; a enfermeira obstetra do Hospital da Mulher Heloneida Studart, Bruna de Paula; o coordenador regional de Polícia Científica da Baixada Fluminense, Dr. Angelo Silvares e a coordenadora do Centro Integrado de Atendimento à mulher da Baixada (CIAM), Sônia Lopes.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>