18 de novembro de 2021

A Prefeitura de São João de Meriti reinaugurou na última terça-feira (16/11), o Laboratório do Programa de Combate à Tuberculose, uma doença infecciosa e transmissível, que afeta principalmente os pulmões, embora possa atingir outros órgãos. No local, é oferecido à população a baciloscopia de tuberculose e hanseníase e o teste rápido molecular PCR/Tuberculose, que só é feito para o diagnóstico na primeira amostra. Já as baciloscopias são feitas na primeira e na segunda amostras e nos controles de tratamento.

Durante a solenidade estiveram presentes a secretária de Saúde Marcia Lucas, o coordenador de programas Anderson Cleiton, o coordenador do Laboratório Central André Seguetto, a bióloga e responsável pelo laboratório, Lindauria Mello, e a enfermeira e coordenadora do Programa de Tuberculose do município, Amanda Duarte.

Foto: Beto Franzem

Com uma equipe de técnicos e uma bióloga, o laboratório, que fica localizado no Posto de Saúde do Jardim Sumaré, realiza cerca de 250 exames por mês. Antes era situado no Hospital Municipal e foi transferido para o novo endereço a fim de proporcionar melhores condições de trabalho para os profissionais de saúde e também mais conforto aos pacientes. Durante as obras, para a realização dos serviços, foi firmada uma parceria com o Hospital Estadual Santa Maria, local onde era realizado o processo de análise dessas amostras e a liberação de resultados.

Uma ótima notícia é que, com a reestruturação da unidade, o Governo do Estado do Rio fará uma doação ao município de um equipamento chamado Capela, que passa a possibilitar a realização do exame de cultura, um dos principais na detecção da doença e o mais custoso. “Essa novidade diminui o tempo de diagnóstico dos casos e evita a exposição dos materiais de coleta, uma vez que o exame vinha sendo realizado em outro local”, explicou o enfermeiro Lucas Fernandes Gonçalves.O Laboratório de Combate à Tuberculose já é uma referência e, atualmente, além de atender a própria cidade de São João de Meriti, fará os testes rápidos moleculares de dois municípios vizinhos: Nilópolis e Japeri. “Esse ganho é de Meriti, é da Baixada. Nós queremos que a população tenha direito à saúde, à vida. E nós estamos fazendo a nossa parte”, declarou a secretária de Saúde Marcia Lucas.

A secretária de Saúde Marcia Lucas esteve presente no Laboratório do Programa de Combate à Tuberculose. Foto: Beto Franzem.

Para quem possui algum sintoma e desconfia que possa ser tuberculose, é preciso procurar a unidade de saúde mais próxima, de preferência onde a pessoa possui cadastro, para que o profissional de saúde possa orientar o paciente de acordo com cada caso. O começo desse atendimento é sempre no posto de saúde, unidade responsável por encaminhar e direcionar o cidadão.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>