Iniciativa reuniu profissionais de assistência social

A automutilação e o suicídio de crianças e adolescentes foram os temas abordados na ação “Roda de Conversa – Práticas Intersetoriais”. O evento, realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social da Prefeitura de São João de Meriti, aconteceu nesta quarta-feira (26/06) no CRAS Centro.

A capacitação foi direcionada a técnicos dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), do Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro POP) e do Serviço Especializado em Abordagem Social. De acordo com os organizadores, os objetivos da ação foram a troca de informações e construção de fluxos para assegurar atendimento e/ou acompanhamento integral de famílias, e a criação de proposta de trabalho articulado e integrado com as diversas políticas.

Para debates sobre os temas foram realizadas duas palestras. A psicóloga Raline Queiroz, do Centro de Defesa da Vida (CDVIDA), de Duque de Caxias, realizou a palestra “Desmistificar mitos e verdades sobre automutilação e suicídio”. Já a assistente social Taiza Ramos de Souza Costa Ferreira palestrou sobre “O que preciso saber sobre bullying, cyberbullying e outras formas de violência online de crianças, adolescentes e suas repercussões”.

“Como os técnicos destes setores têm a possibilidade de levar este tipo de informação para a população, o objetivo de minha palestra é não só informar, como capacitar para que estes possam identificar os sinais e, principalmente, conhecer as formas de ajuda”, explicou Raline.

A ação “Roda de Conversa – Práticas Intersetoriais” acontecerá em outras datas a serem agendadas. Desta vez os encontros contarão com a participação de profissionais das secretarias municipais de Saúde e Educação.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2017, o suicídio representa 1,4% das mortes em todo o mundo. Entre os jovens de 15 a 29 anos é a segunda principal causa de morte. No Brasil, de 5,0 a 9,9 mortes por 100 mil habitantes tiveram o suicídio como causa no ano passado


Visitas: 134

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>