Encontro fez parte de encerramento da 1ª Jornada Formativa em Direitos Humanos

Desaparecimento de pessoas e acesso à documentação básica. Estes foram os temas debatidos durante o terceiro e último encontro da I Jornada Formativa em Direitos Humanos de São João de Meriti. O evento, direcionado a servidores das diversas secretarias municipais, aconteceu na terça-feira, 22 de outubro, no Centro Cultural Meritiense. A iniciativa é fruto de parceria entre a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer, Direitos Humanos, Igualdade Racial e Turismo, e o Governo do Estado do Rio de Janeiro.

“Esta jornada formativa deveria servir de exemplo para os demais municípios, pois está sendo muito importante a participação de servidores das diversas pastas na disseminação destas informações”, destacou o secretário municipal de Cultura, Lazer, Direitos Humanos, Igualdade Racial e Turismo, Marcelo Rosa.

O primeiro tema do encontro foi ministrado por Jovita Belfort, coordenadora de  Desaparecidos, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. “A Baixada Fluminense tem o maior número de pessoas desaparecidas do Estado. São 14 pessoas por dia de pessoas com o perfil de 16 a 29 anos, negros e de baixa renda. E as causas são variadas, mas o tráfico e a milícia pioram esta situação. A participação das diversas secretarias neste processo é essencial na prevenção e na busca”, explica Jovita.

O segundo assunto foi tratado por Karla Ferreira, coordenadora de Ampliação do Acesso à Documentação Básica, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, e coordenadora do Comitê de Erradicação do Sub-registro Civil de Nascimento do Estado. “A certidão de nascimento é o documento que dá acesso aos demais e que traz visibilidade ao ser humano. O registro civil diminui o tráfico de pessoas, o trabalho escravo, a fraude de documentação. Municipalizar a política de erradicação do sub-registro facilita este acesso”, completou Karla.

A Jornada Formativa em Direitos Humanos foi dividida em três encontros. O primeiro teve como tema “Política da Pessoa com Deficiência e Política da Pessoa Idosa”. No segundo os temas abordados foram tráfico de pessoas, trabalho escravo, migração e refúgio.

Fotos Beto Franzen

Fotos 1924 e 1927: Jovita Belfort

Foto 1943:  Karla Ferreira

23 de outubro de 2019

 

 

Visitas: 736

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>