Na última segunda-feira (13/1) o Prefeito de São João de Meriti, Dr. João, esteve em Brasília para participar da Audiência Pública sobre a concessão de rodovias, promovido pela Agencia Nacional de Transportes Terrestres – ANTT.

Na ocasião foi apresentado um novo modelo de concessão de trechos da BR-116 (Rodovia Presidente Dutra, mais conhecida como Via Dutra), além de outras vias importantes que ligam o Rio de Janeiro a São Paulo.

Durante seu discurso, o chefe do Executivo Municipal reclamou que o projeto proposto não contempla as tão esperadas obras de melhorias viárias na região da Baixada Fluminense, especialmente as de duplicação dos dois viadutos da CCR Nova Dutra, que cortam o município, um dos grandes causadores de congestionamento na cidade e alvo de projetos já apresentados aos órgãos competentes.

“O congestionamento na cidade facilita o roubo de cargas a atrapalha a vida das pessoas. Os viadutos dividem a cidade entre o lado comercial (Vilar dos Teles) e o Centro, isso em um trecho de apenas 3 km”, ressaltou.

Dr. João lamentou que quando foi deputado federal levou o projeto da duplicação dos viadutos ao DNIT (aprovado) e ao Ministério de Trabalho, além de providenciar estudos de desapropriação do entorno para facilitar o início das obras, porém o projeto não foi adiante por ações do então Governo Federal.

“Este é o momento de olharem para a Baixada Fluminense e investirem nos municípios que são cortados pela via”, acrescentou.

De acordo com a ANTT, há estudos em andamento que poderão contemplar a região, porém não deu mais detalhes durante a audiência. O município segue lutando para conseguir melhorar a mobilidade da cidade, que é a mais populosa da América Latina.

Confira o discurso na íntegra:

Boa tarde, Meriti! Segue a minha fala na primeira audiência pública sobre a concessão da Via Dutra. Essa reunião foi realizada em Brasília, no dia 13 deste mês (janeiro).

Publicado por Dr João em Quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

 

15 de janeiro de 2020.

Visitas: 1093

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>